18/10/2011

Que grande novidade!

"É de uma grande monotonia a nossa história financeira. Nas suas linhas gerais cifra-se em gastar mais do que se tem, fazer défice e pagar mais tarde com empréstimos." Escreveu Anselmo de Andrade, em 1902, no seu livro Portugal Económico.

1 comentário:

  1. mais um litro de combustível para eu juntar e por-me a andar deste pardieiro...

    ResponderEliminar